quarta-feira, 30 de março de 2011

CONCURSO "PARES DA LEITURA" TEVE FINAL RENHIDA

A final do Concurso "Pares da Leitura", que teve lugar no dia 25 de Março, voltou a revelar que os concorrentes (alunos e adultos) levam muito a sério a sua participação neste concurso. Os cinco pares apresentaram-se extremamente bem preparados e, desde as primeiras questões, percebeu-se que seria difícil apostar num vencedor. Com as primeiras provas sem qualquer falha (apesar da dificuldade evidente da maior parte das questões), todos os cenários foram possíveis até à última questão. No final, contabilizados os pontos, entre o primeiro e o último classificado havia, apenas, dois pontos de diferença. Em segundo lugar, apresentavam-se três pares, com um total de 28 pontos, para um máximo possível de 30.
A responsabilidade do desempate coube, obviamente, aos alunos. Apurado, logo na primeira questão, o 2º classificado, tornou-se renhido o apuramento do 3º classificado, sendo necessário recorrer ao lançamento de dados para decidir quem respondia (ou passava). Os pares ficaram, então, assim ordenados:
1º - Manuel Alves / Carlos Almeida - 29 pontos;
2º - Margarida Chalupa / Cristina Chalupa - 28 pontos;
3º - Helena Reis / Laura Mexia - 28 pontos;
4º - Andreia Agostinho / Anabela Maria - 28 pontos;
5º - Eduardo Vida Larga / Ana Lúcia Luís - 27 pontos.
O Presidente da Câmara Municipal, a Vereadora Graça Batalim e o Presidente da Associação de Pais procederam à entrega dos prémios a todos os concorrentes, a que se seguiu um agradável beberete preparado e servido pela turma CEF-BAR.

2 comentários:

Carlos Almeida disse...

Mais uma iniciativa de louvar na EB 2,3 de Monchique.

O ano passado assisti à final; desta feita, pude estar presente enquanto participante. Moveu mais jovens e mais adultos, como se pode perspectivar nas imagens publicadas.

Os meus sinceros parabéns ao Departamento de Língua Portuguesa e a todos os demais professores envolvidos no evento. :)

Com os melhores cumprimentos,

Carlos Almeida

xenia disse...

Adorei de ter estado presente e beber sumos sem custar nada.