sábado, 25 de março de 2017

SEMANA DA LEITURA 2017


sexta-feira, 24 de março de 2017

RÁDIO FOIA CONTINUA A REVELAR BONS LEITORES

Em prosa ou em poesia, os alunos das escolas de Monchique continuam a surpreender os ouvintes da Rádio Foia com as suas excelentes e animadas leituras e as últimas edições de “Um Livro por Semana” deram a conhecer três bons leitores, que fizeram a sua estreia aos microfones de uma rádio.

A Inês Duarte e a Luana Fernandes, que frequentam o 3.º ano na escola EB1 n.º 1, selecionaram um divertido livro de poemas de Luísa Ducla Soares (Poemas da Verdade e da Mentira) e, com graciosidade e desenvoltura, partilharam leituras recheadas de humor, irreverência e muita diversão.


O Ricardo Mira, do 4.º ano da mesma escola, optou por um conto de Hans Christian Andersen e, sem hesitações nem nervosismos, presenteou os ouvintes com uma excelente leitura de “A princesa e a ervilha”. O nosso leitor, no entanto, mostrou-se muito reticente relativamente à possibilidade de alguém poder sentir uma ervilha debaixo de tantos colchões e edredões, ainda que fosse uma princesa verdadeira.


terça-feira, 21 de março de 2017

POESIA EM DESTAQUE NO DIA MUNDIAL DA POESIA

O Dia Mundial da Poesia foi assinalado na Escola Básica Manuel do Nascimento com a oferta de poemas recomendados por alunos de vários anos de escolaridade. 
No intervalo da manhã, as bebidas quentes fizeram-se acompanhar de um poema e de um biscoito e as doces leituras deram ao dia uma tonalidade mais poética.






A poesia "pulou os muros" da escola e as sugestões de leitura dos nossos alunos chegaram  a vários restaurantes e pastelarias da vila, dando ao café um sabor mais apaladado.







sábado, 18 de março de 2017

MIÚDOS A VOTOS: ATO ELEITORAL DECORREU COM RIGOR E CIVISMO

A votação de "Miúdos a Votos: Quais os livros mais fixes?", que teve lugar no passado dia 17 de março em 404 escolas de todo o país, e que visa apurar quais os livros preferidos das crianças e jovens portugueses, decorreu de forma exemplar nas várias escolas do Agrupamento de Escolas de Monchique, promovendo simultaneamente a leitura e a cidadania.
As mesas de voto foram asseguradas por grupos de alunos, que cumpriram escrupulosamente as suas funções (nomeadamente a conferência dos "cadernos eleitorais", a contagem dos votos e a afixação dos resultados), num processo semelhante ao de umas eleições políticas.
A afluência às urnas foi muito expressiva e a abstenção não ultrapassou os 12% em nenhum nível de escolaridade.










Encerradas as votações, procedeu-se à conferência dos "cadernos eleitorais" e à contagem dos votos.



A obra mais votada pelos alunos do 2.º ciclo foi Avozinha Gângster, de David Walliams, com treze votos, seguida de A Fada Oriana, de Sophia de Mello Breyner Andresen, com nove votos, e de O Dragão, de Luísa Ducla Soares, com oito votos.


No 3.º ciclo, a obra A Lua de Joana, de Maria Teresa Maia Gonzalez, recolheu o maior número de votos - treze votos, seguida de O Rapaz de Pijama às Riscas, de John Boyne, e Avozinha Gângster, de David Walliams, ambas com doze votos, e de A Culpa é das Estrelas, de John Green , com nove votos.


No 1.º ciclo, O Tubarão na Banheira, de David Machado, conquistou a preferência dos eleitores na Escola EB1 N.º 1, enquanto Porque é que os animais não conduzem, de Pedro Seromenho, se posicionou em primeiro lugar na Escola EB1 N.º 2.













 Os resultados nacionais destas eleições serão conhecidos no próximo dia 20 de abril.

segunda-feira, 13 de março de 2017

PEDRO LEITÃO VISITA ESCOLAS DE MONCHIQUE PELA PRIMEIRA VEZ

O escritor e ilustrador Pedro Leitão esteve hoje de visita a vários estabelecimentos de ensino do Agrupamento de Escolas de Monchique para apresentar aos alunos do 1.º ciclo e da educação pré-escolar a coleção  "As aventuras de Zé Leitão e Maria Cavalinho", com textos e desenhos da sua autoria.


Depois de uma animada leitura a várias vozes do primeiro volume desta coleção (A viagem no carro encarnado), o autor fez uma apresentação rápida dos outros nove títulos e, sempre com boa disposição e simpatia, foi respondendo às diferentes questões que os meninos lhe colocaram, esclarecendo que as personagens principais foram inspiradas na sua família: nele próprio, cujo apelido é Leitão, na esposa, que adora cavalos, e no filho, que se chama Filipe.
No final, todos os livros foram autografados com magníficos desenhos, que deixaram os alunos (e os professores) rendidos ao talento de Pedro Leitão.





MIÚDOS A VOTOS: LIVROS MAIS FIXES - CAMPANHA CONTINUA NA RÁDIO FOIA

Os alunos da Escola Básica Manuel do Nascimento continuam a divulgar os seus livros preferidos na rubrica de leitura “Um Livro por Semana”, que todas as quintas-feiras vai para o ar na Rádio Foia.
O Guilherme Carvalho, que frequenta o 5.º ano, é um fã incondicional da coleção “Uma aventura” e quis partilhar os seus interesses literários com a audiência, tentando convencer os seus colegas do 3.º ciclo a votarem na obra Uma Aventura na Serra da Estrela, de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada.


A Joana Rosa, do 7.º ano, por seu lado, apelou ao voto no livro A Lua de Joana, de Maria Teresa Maia Gonzalez, considerando que esta é uma obra que aborda questões muito sérias da adolescência e que pode ajudar os jovens a compreenderem melhor a realidade que os rodeia e os riscos a que muitas vezes estão expostos.


sexta-feira, 10 de março de 2017

MIÚDOS A VOTOS: "O DRAGÃO" É UM LIVRO TÃO FIXE!

O Dragão, de Luísa Ducla Soares, é o livro preferido da Carolina Morais, que frequenta a turma B do 5.º ano, e o seu candidato a vencer as eleições dos “livros mais fixes”, que estarão a votos no próximo dia 17 de março. Inspirada nesta obra, a Carolina produziu o bonito poema que se segue.

POESIA DO DRAGÃO

Olha, olha o dragão
Com cara de refilão
Ele sabe bem falar
É incapaz de cantar.

Olha, olha o dragão
É jeitoso e bonitão
Gosta muito de aprender
E de tudo quer saber.

Olha, olha o dragão
É esperto e sabichão
Dança só no pavilhão
Sabe danças de salão.

Olha, olha o dragão
Que agora é só meu
Chama-se Sebastião
E amor me prometeu.


terça-feira, 7 de março de 2017

MIÚDOS A VOTOS: AÇÃO DE CAMPANHA DE ALUNA MONCHIQUENSE DIVULGADA NA VISÃO JÚNIOR ONLINE


A revista Visão Júnior divulgou, na sua edição online, a ação de campanha que a Beatriz Francisco, da turma B do 5.º ano, fez chegar à Rádio Foia, apelando ao voto no livro  A Menina do Mar, de Sophia de Mello Breyner Andresen.

Para ver essa publicação, clique aqui .

sexta-feira, 3 de março de 2017

PROBLEMA DO MÊS - MARÇO



Um caracol caiu dentro de um poço com 30 metros de profundidade. Na sua luta pela sobrevivência, o caracol começou a subir a parede do poço. 

Durante um dia, o caracol subia três metros, mas, como precisava de descansar, recolhia-se para dentro da casca e escorregava, descendo dois metros.

Quantos dias demorou o caracol para sair do poço?

Deixe a sua resposta no espaço "comentários" e habilite-se a prémios.

sábado, 25 de fevereiro de 2017

MOTIVAR PARA A LEITURA COM SANDRO WILLIAM JUNQUEIRA

O escritor e ator Sandro William Junqueira voltou à Escola Básica Manuel do Nascimento com um projeto que pretende motivar os alunos de diferentes anos de escolaridade para a leitura de obras que constam das Metas Curriculares de Português.
A Vida Mágica da Sementinha, de Alves Redol, e Contos de Andersen, de Hans Christian Andersen, foram as obras trabalhadas com os alunos do 5.º ano e do 3.º e 4.º anos, respetivamente. 

Intercalando a leitura de excertos com a dramatização, Sandro William Junqueira recorre, ainda, à música para envolver o público e a história vai fluindo de forma natural e cativante. 
As crianças entram na história, contagiadas pela expressividade do leitor/contador, interagem espontaneamente com ele e os livros ganham vida.
Os alunos mais atentos ficam a dominar uma parte significativa da obra e a leitura torna-se mais apetecível. A motivação para o trabalho em sala de aula está feita e os alunos parte em vantagem para a compreensão do texto.



terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

CONCURSO "ADIVINHA QUEM ESTÁ A LER!" VOLTOU À ESCOLA EB1 N.º 1

Esta é a fotografia que marcou o reinício do concurso "Adivinha quem está a ler!" na Escola EB1 N.º 1.
Os alunos do 1.º ao 4.º ano, os funcionários e os professores desta escola apuraram o seu instinto de detetive, investigaram, observaram, analisaram e prestaram atenção a todos os pormenores, com o intuito de descobrir a identidade do leitor (ou leitora) que se esconde atrás da obra de Cidália Bicho.
A julgar pelo elevado número de participantes e de respostas certas, o mistério foi fácil de desvendar e, na hora do sorteio, a Biblioteca Escolar encheu-se de alegria e de expetativas. Todos (crianças e adultos) torciam para que o seu nome saltasse da caixinha do concurso. Feito o sorteio, os cinco premiados (quatro alunos e uma funcionária) puderam escolher o seu prémio preferido: dois livros, duas canetas aLer+ e um estojo para lápis foram as escolhas dos vencedores desta edição.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

ESCOLAS DIFERENTES, LEITURAS IGUALMENTE SURPREENDENTES

Nas últimas semanas, o 3.º ano esteve em maioria aos microfones da Rádio Foia, com alunos das duas escolas de Monchique (S. Pedro e S. Roque) a apresentarem excelentes obras de autores portugueses recomendadas no Plano Nacional de Leitura.
O Tubarão na Banheira voltou à Rádio Foia pelas vozes da Ana Maria Sampaio, da Carolina Cruz, do Dinis Páscoa e do Francisco Duarte (da Escola EB 1 n.º 1 - S. Pedro).
Com as intervenções bem estruturadas e o texto muito bem estudado, os quatro leitores souberam gerir, na perfeição, a participação de cada um deles e ofereceram-nos uma excelente leitura desta divertida história de David Machado, que está recheada de "palavras difíceis" e cujo significado os meninos fizeram questão de esclarecer.


Robertices, de Luísa Dacosta, chegou pela primeira vez à rádio local, graças à simpática e divertida participação do António Duarte, da Daniela Dimas e da Maria Gouveia (Escola EB 1 N.º 2 - S. Roque). 
Entusiasmados com esta experiência, os três meninos concentraram-se na leitura e, respeitando o ritmo, a entoação e a rima, deram voz às várias personagens de "O Freguês Caloteiro", conferindo à história uma graciosidade acrescida.
No final, explicaram-nos que "uma pessoa caloteira é alguém que não cumpre os seus deveres ou dívidas", e deixaram-nos um conselho: "Devemos honrar os nossos compromissos e respeitar o trabalho das outras pessoas".


domingo, 12 de fevereiro de 2017

ALUNOS DO 1.º ANO TESTAM "LEITURA EM LINHA"


É tão injusto!, uma obra de Pat Thomson, recomendada pelo Plano Nacional de Leitura para o 1.º ano de escolaridade, é uma história muito divertida sobre um gato que se sente muito injustiçado quando a Dona Floripes o expulsa de casa à vassourada, situação que desencadeia a indignação dos animais da quinta. Todavia, quando o Sr. Zé, o dono da quinta, tenta repor a justiça e se prepara para o deixar voltar para casa, o bichano confessa mais uma das suas travessuras.

E foi esta a obra que a professora e os meninos do 1.º ano da Escola EB1 N.º 2 (S. Roque) selecionaram para a sua primeira experiência na atividade "Leitura em Linha".

Depois de ouvirem a história uma vez mais, os meninos receberam três cartas com as letras A, B e C e posicionaram-se frente a frente para dar início ao jogo "4 em linha".

Pondo à prova as suas capacidades de concentração e de compreensão oral, os alunos iam ouvindo as questões e respondendo, alternadamente, servindo-se das cartas A, B e C, para indicarem a hipótese que consideravam correta.

Por cada resposta certa, iam recebendo uma peça que colocavam estrategicamente no jogo "4 em linha", com o objetivo de conseguir quatro peças seguidas na vertical, na horizontal ou na diagonal. E, como é óbvio, o colega da frente lá ia tentando anular as jogadas do parceiro com as suas peças de cor diferente, tentando, também ele, construir as suas linhas.


No final do jogo, depois de dezoito questões, três meninas tinham atingido o seu objetivo, colocando quatro peças em linha.
Claro que as vencedoras tiveram direito a um prémio especial e todas elas receberam um livro à sua escolha, que prometeram ler com a ajuda dos pais. No entanto, os outros meninos também tiveram direito a prémio, pois a participação e o envolvimento da turma foram surpreendentes e, por isso, todos receberam uma caneta do Projeto aLer+.