sábado, 21 de abril de 2018

CAMPANHA DE «MIÚDOS A VOTOS» AO RUBRO NA ESCOLA BÁSICA MANUEL DO NASCIMENTO, MONCHIQUE

As atividades e as estratégias da campanha eleitoral de «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?» intensificaram-se e multiplicaram-se nos dois últimos dias.
Cartazes, marcadores de livros, dramatizações, comícios, jogos, puzzles, intervenções na rádio local, todas as iniciativas foram boas para apelar ao voto no livro preferido.
Um comício no Polivalente da Escola durante o intervalo da manhã, com os intervenientes vestidos a condizer, foi a estratégia escolhida pela turma B do 9.º ano para tentar convencer os alunos dos diferentes anos a votarem na obra Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente.

Já a turma A do 9.º ano optou por uma pequena dramatização, para defender a obra Harry Potter e a Pedra Filosofal, recriando a receção na escola de Hogwarts, e, depois da cerimónia da seleção das equipas com recurso ao chapéu de feiticeiro, teve início um interessante jogo de xadrez humano.


As turmas A e B do 6.º ano apelaram ao voto nas obras A Menina do Mar e A Fada Oriana, de Sophia de Mello Beyner Andresen, Avozinha Gângster, de David Walliams, e A Viúva e o Papagaio, de Virginia Woolf, através de cartazes e marcadores.






As turmas do 7.º ano apostaram na associação de diferentes estratégias para tentarem convencer os colegas a votarem nos seus livros preferidos e, numa concorrência salutar e cívica, defenderam, com convicção, as obras O Recruta, de Robert Muchamore e O Cavaleiro da Dinamarca, de Sophia de ello Breyner Andresen. Houve ainda quem manifestasse a sua preferência pela obra Por treze razões, de Jay Asher.
Os jogos e puzzles foram o trunfo destes grupos, que vieram reforçar as mensagens dos cartazes e os apelos orais e escritos.





A Rádio Foia continuou a ser o meio privilegiado para apelar ao voto e a última edição da habitual rubrica de leitura «Um Livro por Semana», que foi para o ar no dia 20, contou com onze participantes (de todos os anos de escolaridade, do 5.º ao 9.º ano), que defenderam, o melhor que puderam, nove livros diferentes: Harry Potter e a Pedra Filosofal, de J.K. Rowling, Avozinha Gângster, de David Walliams, A Menina do Mar, de Sophia de Mello Breyner Andresen, O Principezinho, de Antoine de Saint-Exupéry, O Recruta, de Robert Muchamore, O Cavaleiro da Dinamarca, de Sophia de Mello Breyner Andresen, História de uma gaivota e do gato que a Ensinou a Voar, de Luis Sepúlveda, Diário de Anne Frank, de Anne Frank, e Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente.



Os alunos indecisos puderam consultar, na Biblioteca Escolar, até ao final do dia 20, as listagens dos livros nomeados para cada ciclo e folhear os exemplares disponíveis.



terça-feira, 17 de abril de 2018

CAMPANHA ELEITORAL DE «MIÚDOS A VOTOS» CONTINUA NA RÁDIO FOIA

As preferências eleitorais divergem na Escola Básica Manuel do Nascimento, em Monchique, e a Rádio Foia continua a dar espaço aos alunos para falaram dos seus livros preferidos e apelarem ao voto nos seus favoritos.
No passado dia 12, a Margarida Nunes, do 8.º B. apresentou argumentos de peso para convencer os seus colegas e os alunos do país inteiro a votarem na obra A Lua de Joana, de Maria Teresa Maia Gonzalez, um livro que, segundo a Margarida, «aborda vários problemas que estão presentes na vida dos adolescentes, como as drogas, o amor  não correspondido, a solidão, a relação com os pais e com os familiares». 



A aluna considera que «ao lermos A Lua de Joana, não podemos deixar de pensar na forma como, muitas vezes, deixamos para segundo plano aquilo que realmente é importante na nossa vida» e põe em evidência o facto de este livro também nos alertar «para a importância de estarmos atentos a nós e aos outros». 

Aconselhando a leitura deste livro também aos pais, como forma de perceberem e apoiarem melhor os seus filhos, a Margarida fez questão de deixar claro que, da lista dos livros nomeados para o 3.º ciclo, este é, sem qualquer dúvida, a sua primeira escolha.

sexta-feira, 13 de abril de 2018

«VISÃO JÚNIOR» DÁ DESTAQUE A CAMPANHA DE «MIÚDOS A VOTOS» NA RÁDIO FOIA


Depois do artigo publicado na edição impressa do mês de abril, a Visão Júnior online dá destaque à campanha que os alunos do Agrupamento de Escolas de Monchique têm vindo a realizar aos microfones da Rádio Foia, no âmbito da iniciativa  «Miúdos a Votos: quais os livros mais fixes?», onde apelam ao voto no seu livro preferido.
Para saber mais, clique AQUI

domingo, 25 de março de 2018

SEMANA DA LEITURA 2018: «LIBERTA O LEITOR QUE HÁ EM TI»!

«Liberta o leitor que há em ti.» foi o lema nacional da Semana da Leitura 2018.
No Agrupamento de Escolas de Monchique, esta semana foi assinalada entre os dias 19 e 23 de março, mas as atividades começaram logo no dia 16 de março com a apresentação do livro Histórias da Ajudaris' 17 - Histórias de Encantar, que inclui dois textos criados por alunos monchiquenses.
Este evento contou com a presença das ilustradoras Sandra Abafa (autora da capa do livro) e Clara Vicente, que, numa conversa informal, mas muito emotiva, contaram à assistência como se envolveram nesta iniciativa solidária e o quanto é difícil ilustrar textos criados por crianças, na medida em que querem muito corresponder às expetativas dos pequenos autores. Esta apresentação também ficou marcada pela excelente atuação de dois grupos do Polo Monchiquense da Orquestra Juvenil de Guitarras do Algarve, pelas intervenções dos alunos da turma A do 6.º ano e por um surpreendente momento musical do aluno Leonardo Silva, acompanhado à guitarra por Beatriz Penteado. Depois de uma concorrida sessão de autógrafos, o evento terminou com um reconfortante «Chá com Letras".









Nos dias 19 e 20, o Projeto «Newton gostava de ler!» voltou, em força, à Biblioteca Escolar com todas as turmas do 2.º ciclo a participarem na atividade 3, 2, 1... Lançar sonda na biblioteca.
Subdivididos em pequenos grupos, os alunos envolveram-se, primeiro, numa atividade de leitura e desempenharam, com relativa facilidade, a tarefa de associar poema a título e a imagem, a partir da obra Pó de Estrelas, de Jorge Sousa Braga. Seguiu-se uma atividade prática de engenharia aeroespacial,  que visava a construção de um sistema de aterragem para uma frágil sonda. Surgiram projetos fantásticos, muitos deles eficazes, mas alguns muito dispendiosos, ultrapassando o orçamento disponível (50 milhões de euros).






No dia 21, os poemas saltaram dos livros e das estantes e, na forma de papéis coloridos, saíram à rua a desafiar o leitor. Nos cafés e pastelarias da vila, as conversas tiveram mais cor, mais ritmo e mais musicalidade e o ambiente teve o aroma da POESIA.






Os «Contos com Reflexão» estiveram em destaque nos dias 20 e 21, com o psicólogo Alfredo Leite a fazer uma abordagem diferente das obras A Menina do Mar (3.º e 4.º anos), A Fada Oriana (5.º ano), Ulisses (6.º ano), A saga (8.º ano) e Os Lusíadas (9.º ano). No 7.º ano, a sessão centrou-se na poesia, com a atividade «Isto sim, isto é poesia».




Na Rádio Foia, a leitura esteve ao rubro no dia 22, na rubrica «Um Livro por Semana», com oito leitores do 6.º ano a fazerem campanha  pela obra Avozinha Gângster, no âmbito da iniciativa «Miúdos a Votos: Quais os livros mais fixes?» promovida pela Visão Júnior e pela Rede de Bibliotecas Escolares.


No dia 23, o escritor/ator Sandro William Junqueira voltou a abordar obras que constam das Metas Curriculares de Português, proporcionando, aos alunos do 2.º ciclo, excelentes momentos de leitura expressiva de excertos das obras A Vida Mágica da Sementinha (5.º ano) e Pedro Alecrim (6.º ano).





E a semana terminou da melhor forma com a grande final da 10.ª edição do Concurso Pares da Leitura.
Nove pares, dezoito leitores, prestaram provas sobre as obras Avozinha Gângster (alunos) e O Mandarim (adultos) e provaram que levam a leitura muito a sério.





Cada ronda de questões foi intercalada com declamação/dramatização de poemas pelas alunas Joana Rosa, Anita Páscoa, Sara Silva e Carolina Luís, do 8.º ano, e a assistência rendeu-se à prestação das alunas num impressionante respeito pela poesia.






Respondidas as 30 questões (15 pelos alunos e 15 pelos adultos), foram contabilizadas as pontuações de cada equipa e conferidos os resultados com «o tesouro» que cada par arrecadara.



Desfeitos os empates que se verificavam no 2.º lugar (três equipas apresentavam um total de 26 pontos) e no 5.º lugar (duas equipas totalizavam 25 pontos) com mais um conjunto de questões, obtivemos os seguintes resultados:
1.º lugar - Gil Matos / Carla Alfarrobinha (mãe);
2.º lugar - Matilde Duarte / Paula Calapez (mãe);
3.º lugar - Catarina Correia / Rui Correia (pai);
4.º lugar - Miguel Ramos / Teresa Sequeira (professora no ano anterior);
5.º lugar - Beatriz Reis / Teresa Campos (amiga).

Par Vencedor

Mas como o mais importante é LER, PARTICIPAR e CONVIVER, o Presidente da Câmara Municipal de Monchique, a Diretora do Agrupamento, o Presidente da Junta de Freguesia de Monchique e a Bibliotecária Municipal entregaram prémios a todas as equipas.


Foram ainda premiados os primeiros classificados do Concurso Nacional de Leitura (1.ª Fase):
2.º ciclo - Beatriz Reis, Carolina Morais, Matilde Duarte, Catarina Correia e Guilherme Carvalho;
3.º ciclo - Constança Reis, Maria Gervásio, Joana Rosa e Mariana Santos.