quinta-feira, 4 de março de 2021

SELO CURIOSO 16 - HISTÓRIA (D. JOSÉ I)

         O selo que hoje se publica, mais um da nossa coleção de selos antigos, foi emitido em 1969, numa «Emissão Comemorativa do II Centenário da Imprensa Nacional», e reproduz um desenho do pintor José Pedro Roque, retratando D. José I. Na altura, foram emitidos 9 milhões de selos de 1$00, 1 milhão de selos de 2$00 e 500 mil selos de 8$00.

            Partindo deste selo, dois alunos do 6.º ano envolveram-se num profícuo trabalho de pesquisa e produziram o interessante trabalho que se segue.  

_____________________________________________________________________

Nas aulas de HGP falamos do reinado de D. José I e de coisas importantes que aconteceram nesse reinado. Nas sessões de apoio ao estudo aproveitámos para aprofundar esse assunto. Com essas aulas e com a nossa pesquisa, ficamos a saber que D. José I foi um monarca português: o vigésimo quinto Rei de Portugal.

D. José I nasceu em Lisboa a 6 de junho de 1714 e casou com D. Mariana Vitória de Bourbon.

No seu reinado levaram-se a cabo grandes reformas, que lhe concederam o cognome de “O Reformador”. Era um rei absolutista e deu ao Marquês de Pombal (Sebastião José de Carvalho e Melo), que nomeou como seu Ministro, o poder quase absoluto para governar a Nação.

Foi também este rei que acabou com a escravatura em Portugal Continental e concedeu a liberdade aos índios do Brasil.

O seu reinado foi marcado também pelo Terramoto de Lisboa do dia 1 de novembro, no ano de 1755. A destruição da cidade foi quase total! O Marquês de Pombal foi quem tomou as medidas urgentes: cuidar dos vivos, enterrar os mortos, procurar abrigo para os desalojados, organizar a segurança pública. Depois, com a ajuda dos arquitetos Eugénio dos Santos, Manuel da Maia e Carlos Mardel, mandou reconstruir a cidade de Lisboa, que ficou conhecida como “Lisboa Pombalina”. O nome do rei D. José estará, por isso e muito mais, para sempre ligado ao nome do Marquês de Pombal.

D. José I faleceu em 1777 e jaz em S. Vicente de Fora. 


Texto produzido por: Duarte Morais. n.º 9, 6.º B;
Vasco Costa, n.º 18, 6.º B
Com supervisão e colaboração da Professora de HGP, Daniela Caramalho.

Sem comentários: