segunda-feira, 12 de outubro de 2015

CONCURSO DE ACRÓSTICOS

No âmbito do Mês Internacional da Biblioteca Escolar, desafiamos os nossos alunos de todos os anos de escolaridade a produzirem, individualmente ou em grupo, um acróstico sobre a Biblioteca Escolar.
 
O que se pretende exatamente com este desafio é que os alunos ponham à prova a sua criatividade e a sua capacidade poética e criem um poema cujos versos começam com as letras que constituem a expressão "BIBLIOTECA ESCOLAR".

Este desafio é alargado a todos os leitores do nosso blogue, cuja colaboração muito nos honraria.

4 comentários:

Biblioteclando disse...

E porque há leitores deste blogue que aceitam os nossos desafios, aqui deixamos o magnífico acróstico que o escritor Eduardo Duarte nos fez chegar.

Bem me quer, mal me quer...
Iniciava assim a cantilena da justeza.
Bibliotecário do saber,
Lia tudo nessa leveza
Imaginada,
O cavaleiro de La Mancha à janela.
Todo armado de loucura apaixonada,
Enamorado pela jovem donzela
Cantava até não ter ar nos pulmões
As trovas que aprendera com Camões.

E se Dulcineia ouviu?
Só ela e Sancho poderão dizer
Como seguiu
O romance que se podia ler
Lá em terra de gigantes.
A quem foi seu coração pertencer?
Rica história aquela de Cervantes...

Unknown disse...

Muito interessante a actividade.
Duarte

Duarte Xavier Gouveia disse...

Que interessante a atividade.
Gostei muito.
Duarte

Carolina Silva disse...

Adorei a atividade. Achei interessante a ideia da Professora Paula e, para mim, foi uma das atividades que mais gostei de fazer!